Donna Jô: aconchego e Boa Lembrança em Búzios

Quando se fala em pôr do sol em Búzios, o primeiro lugar que vem à cabeça (e nas indicações no Google) é o Porto da Barra. Localizado em uma área de mangue preservado ao lado do tradicional Mercado do Peixe da cidade e de frente pra Praia de Manguinhos, o espaço reúne estabelecimentos gastronômicos de alto nível em um ambiente que é um charme, onde é possível viver experiências especiais tanto de dia, quanto à noite que vão muito além do pôr do sol.

É neste cenário que está o Donna Jô, restaurante bem espaçoso e aconchegante, com diversos ambientes. Bar, lounge de frente pro Mangue de onde também se vê uma cozinha (lindíssima e colorida) utilizada tanto para eventos quanto workshops, salão de vidro e um deck com uma bela vista para a praia. De excelente culinária, o espaço também é indicado para mini weddings de até 150 pessoas. E é o único restaurante da cidade que faz parte da Associação da Boa Lembrança (ARBL), entidade que prima pela excelência dos serviços e contribui para a divulgação da diversidade culinária brasileira, cujo principal produto é o Prato da Boa Lembrança, louça de alta qualidade pintada à mão que representa de forma figurativa uma experiência gastronômica única e memorável.

À frente está a carioca Joana Gallo, formada em nutrição e gastronomia pelo Senac Rio, que há 17 anos trocou a capital pelo balneário trazendo na bagagem mais de 10 anos de trabalho com aquele que foi um dos maiores nomes da gastronomia nacional: José Hugo Celidônio – pioneiro no casamento da culinária francesa com a brasileira e que inspira sua pupila até hoje. Nesse tempo em Búzios, somou ainda experiências na chefia da cozinha de hotéis de luxo até abrir a filial do Quadrucci, que cinco anos depois deu lugar ao restaurante que leva o seu nome, totalizando 12 anos no espaço. Em relação ao cardápio do Donna Jô, a chef o caracteriza como contemporâneo, ressaltando que sua base é a escola clássica francesa com toques abrasileirados, referências não apenas de Celidônio, mas também das vivências proporcionadas pelos eventos da Boa Lembrança.

A chef Joana Gallo

Em nossa experiência, Joana nos apresentou como entrada Cogumelos Paris recheado com o ragu do próprio cogumelo gratinado com grana padano e molho teriyaki. Típica entrada que se come repetidas vezes de tão boa que é. Em seguida, trio de mini crostines de tomate com manjericão, queijo de cabra com cebola caramelizada (perfeito) e cogumelos Paris. Acompanhando as entradas, o drink autoral Mamazita com espumante, xarope de maracujá, gomos de tangerina vermelha, absolut, soda limonada e sementes do maracujá. Extremamente refrescante e com sabor cítrico adocicado que caiu muito bem numa noite quente de outono.

Cogumelo Paris com grana padano e molho teriyaki
Trio de mini crostines
Drink Mamazita

Entre uma degustação e outra, conversa sobre sua história e do restaurante, resolvemos invadir literalmente a cozinha da Joana para acompanhar o preparo de uma entrada S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L que estará no cardápio de inverno em 2019. Uma ostra cozida no leite de castanha com temperos como cebolete e coentro, finalizada com uma farofinha de amendoim deliciosa. Sabe aquela sensação de abraço quentinho no inverno? Pois é… assim é essa ostra que ainda vem numa porcelana em formato de casquinha, cuja beleza valoriza ainda mais o que é servido.

Preparo da ostra
Joana Gallo com as ostras do cardápio de inverno
Ostras no leite de castanhas com farofa de amendoim

Logo após voltamos para a cozinha para o preparo do prato principal que a Joana elaborou para o jantar da Boa Lembrança na Oficina do Sabor (Olinda) em março deste ano – o Namorado a César Santos. Sua criação em homenagem a um dos principais chefs pernambucanos da atualidade é composta de Namorado (peixe branco) grelhado com molho de manga e erva-doce, purê de jerimum (abóbora) e requeijão maçaricado (que a chef buscou como uma “releitura” do queijo coalho tão utilizado no nordeste) com farofa de panko, coco e alho.

Joana na montagem do prato
Namorado a César Santos

Para finalizar essa experiência completa, aconchegante e cheia de histórias, recebemos como mimo um fondant de chocolate belga com farofa crocante de amêndoas e morangos frescos, numa versão para “levar pra casa” da sobremesa que é sucesso no restaurante.

Fondant de Chocolate Belga

O Restaurante Donna Jô participa do 18° Festival Gastronômico de Búzios no Porto da Barra. Durante o evento, Joana será anfitriã de um jantar que contará com dois participantes da Associação Boa Lembrança: Sandro Mota (Dom Mani – Santarém – PA) e o baiano Marcones Deus (Grupo Pax – RJ). Reservas pelo site www.donnajo.com.br. Endereço: Av. José Bento Ribeiro Dantas, 2900 – Búzios. Funcionamento: de quarta à sexta das 17h às 23h; sábado das 15h à 01h e domingo das 13h às 23h.

Texto e fotos pela blogueira e jornalista Érica Beranger

Anúncios

Um comentário em “Donna Jô: aconchego e Boa Lembrança em Búzios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s